Centenario Universidade do Porto
Myspace U.PortoFacebook U.PortoTwitter U.Porto
NEWSLETTER
 
 

Orlando Monteiro da Silva: “Que a Universidade se afirme como uma referência mundial, mais uma, a partir da cidade do Porto”

  Partilhar
O Olhar de...

- Médico dentista português

- Bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (desde 2001)

- Presidente do Conselho Nacional das Ordens Profissionais

- Presidente-eleito da FDI World Dental Federation

- Antigo Estudante da Faculdade de Medicina Dentária da U.Porto (FMUP), com Licenciatura em Medicina Dentária (1987)

 

Como é que teve origem a sua ligação à Universidade do Porto?

 

O Porto, as suas instituições, as suas gentes, surgiram sempre na minha vida por opção consciente e inabalável. A Universidade do Porto insere-se nesse contexto, na sequência de um percurso feito no Liceu D. Manuel II, também, no Porto. Alguns anos que vivi na então República Federal da Alemanha, proporcionavam-me atractivas possibilidades de aí encetar a minha formação académica. O que não considerei. Bem como, a minha admissão para a Academia da Força Aérea, para uma carreira de oficial piloto-aviador, o que igualmente preteri a favor da UP.

 

Que principais momentos guarda da sua experiência enquanto estudante da U.Porto?

 

Mais do que a transmissão de saber, mais que a aquisição de conhecimentos, uma capacidade refinada de pensar. O início dos anos 80, com o ressurgimento da Queima das Fitas, fomentou uma identificação transversal entre faculdades, combinando um peculiar espírito académico com a cultura e forma de pensar das gentes do Porto. Aliado a estes aspectos, uma enorme capacidade de tolerância e de integração relativa a estudantes de outras paragens e outros países.

 

 Qual a importância da U.Porto no seu percurso profissional?

 

A UP deu-me não só a capacidade médica, técnica e ética para o exercício de uma profissão, então muito recente como a medicina dentária, mas de igual forma, proporcionou-me, também, alguma capacidade para levar a cabo, em paralelo, um percurso associativo, político, nacional e internacional, seja na presidência da Ordem dos Médicos Dentistas e do Conselho Nacional das Ordens Profissionais, seja na presidência do Council of European Dentists e da FDI World Dental Federation.

 

Como avalia o papel desempenhado pela Universidade no seio da comunidade (cidade, região, país) e de que modo ele se poderá projectar para o futuro?

 

Subaproveitado. A UP, com alguma responsabilidade própria, não tem sido o referencial que a cidade, o Norte, o País, a Diáspora Portuguesa esperariam. Algo está a mudar profundamente na UP. De futuro, deverá pela sua dimensão, procurar, de uma forma mais vincada, na internacionalização e na ligação à sociedade civil, a projecção a que saudavelmente se propõe. Sempre numa perspectiva de excelência e de qualidade.

 

Que caminho deverá ser percorrido para afirmar cada vez mais a Universidade no contexto regional, nacional e internacional?

 

Através de 5 vertentes que me ocorrem:

1. Ligação à vanguarda da sociedade civil;

2. Internacionalização (ex: Diáspora, Palop’s e parecerias com outras instituições reputadas internacionais);

3. Flexibilidade no estabelecimento dos corpos docentes;

4. Maior aposta nas pós-graduações e especializações (essencialmente disponibilizadas em língua inglesa);

5. Intensificando a componente de e-learning, ensino à distância.

 

Que Universidade gostaria que se celebrasse daqui a 100 anos?

 

Mais do que uma Universidade, um “Campo do Saber”. Acessível a todos: ex-alunos e a elite da sociedade civil, reagindo fundamentalmente em função do mérito, europeu e mundial. Uma Universidade aberta, onde a formatura seria, apenas, o mínimo denominador comum.

Um campo do saber com uma marca - Universidade do Porto -, que seja uma referência nos países de língua e expressão portuguesa, na Europa e no Mundo.

 

Mensagem alusiva aos 100 anos da Universidade do Porto

 

Saúdo a Universidade do Porto, o projecto “Fundação” com vista a uma autonomia crescente. 100 anos constituem uma prova de mérito, de resistência.

Que a Universidade do Porto continue o caminho da transmissão de saber, do conhecimento, da ética e se afirme como uma referência mundial, mais uma, a partir da cidade do Porto.

 
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
« Retroceder  |  Topo da Página  |  Imprimir
«AGOSTO 2016»
DSTQQSS
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
PRÓXIMO EVENTO
Dia da Universidade 2012 22 de Março de 2012

A tradicional Sessão Solene do Dia da Universidade será o ponto culminante das celebrações do Centenário da Universidade do Porto. Pelo Sal...

 
 
FICHA TÉCNICA   |   POLÍTICA DE PRIVACIDADE   |   TERMOS E DIREITOS
copyright 2010 U.PORTO todos os direitos reservados       PRODUCED BY 4Best 4Best

Website
Arquivado