Centenario Universidade do Porto
Myspace U.PortoFacebook U.PortoTwitter U.Porto
NEWSLETTER
 
 

Aurora Teixeira: "Devemos caminhar para uma U.Porto cada vez mais meritocrática e solidária"

  Partilhar
O Olhar de...

- Professora universitária e investigadora portuguesa (mais informações)

- Professora Auxiliar e investigadora da Faculdade de Economia da U.Porto (FEP)

- Coordenadora Científica da Unidade de Inovação e Transferência de Tecnologia (UITT) do INESC Porto.

- Antiga Estudante da Faculdade de Economia da U.Porto (FEUP), com Licenciatura (1992) e Mestrado em Economia (1997)

 

- Como é que teve origem e se tem vindo a desenvolver a sua ligação à Universidade do Porto? Que principais momentos guarda da sua experiência enquanto estudante/professora/investigadora da U.Porto?

 

Pode-se dizer que sou uma ‘filha da casa’... entrei na FEP em 1987, licenciei-me em Economia em 1992, de seguida entrei para o Mestrado em Economia, também na FEP (ao mesmo tempo que trabalhava na Ernst & Young, em auditoria). Estava a frequentar o mestrado quando concorri e fui seleccionada para o lugar de Assistente Estagiária na FEP para leccionar uma das minhas disciplina favoritas, Macroeconomia. De lá para cá tenho desenvolvido a minha carreira de professora e investigadora sempre ligada (em exclusividade) à U.Porto, tendo obtido, em 2008, a Agregação em Economia. Para além da FEP tenho também colaborado com a FEUP (desde 2004) no âmbito do Mestrado em Inovação e Empreendedorismo e, desde 2007, com o INESC Porto, uma instituição de renome internacional na produção, transferência e comercialização de conhecimento e tecnologia, relativamente à qual a U.Porto é entidade associada.

Em termos de momentos principais é difícil inumerar pois foram muitos e bons. Não obstante, enquanto professora e investigadora um dos momentos mais marcantes da minha carreira foi a sessão de lançamento de um dos meus livros, “Investimento Directo Estrangeiro, Capital Humano e Inovação: Uma Aplicação ao Caso Português”, que decorreu na Casa da Música em 2008. Estiveram presentes cerca de 300 pessoas, uma grande parte das quais meus alunos, investigadores do INESC Porto e funcionários não-docentes da FEP. Tal demonstração de carinho por parte dos meus alunos e funcionários da FEP foi algo que jamais esquecerei e que guardarei sempre como um momento verdadeiramente especial! Sinto ser um enorme privilégio fazer parte da U.Porto, ter feito parte do percurso (ainda que por breves meses) de estudantes verdadeiramente formidáveis que certamente contribuirão para uma sociedade mais justa e humana.

 

- Qual a importância da U.Porto no seu percurso profissional e que modo tem ido de encontro às suas expectativas?

 

A U.Porto, sendo uma referência nacional e internacional ao nível da investigação científica, tem permitido que eu possa expandir a minha rede de contactos de investigação muito além das fronteiras portuguesas, nomeadamente com os EUA, através do Acordo do Governo Português com a Universidade de Texas Austin, e com países Europeus como Alemanha, França, R.U. e Irlanda, através da participação em projectos Europeus dinamizados pela Reitoria da U.Porto. Neste âmbito, posso dizer que tem superado as minhas expectativas e me ajudado sobremaneira a aperfeiçoar continuamente as minhas competências de investigação.

 

- Como avalia o papel desempenhado pela Universidade no seio da comunidade (cidade, região, país) e de que modo ele se poderá projectar para o futuro, com especial destaque no campo da investigação?

 

De acordo com um estudo que fiz juntamente com uma ex-aluna minha, Joana Costa, a U.Porto é, entre as universidades portuguesas, das que mais e melhor se relaciona com o seu meio envolvente. Não obstante, dada a incipiência que caracteriza as relações Universidade-Empresas-Meio envolvente em Portugal, isso significa que muito há ainda a fazer neste domínio.

Um maior número de professores, investigadores e estudantes da U.Porto deveriam dedicar parte do seu tempo à participação cívica ao nível da cidade/região/país procurando, fazendo uso do que melhor fazem, nomeadamente da sua investigação e actividades pedagógicas, contribuir para uma maior dinamização sócio-econónomica da região.

Referiu Baptista-Bastos recentmente que “[t]ambém se morre dessa doença cruel e implacável, que a sociedade moderna criou e parece não estar muito preocupada em exterminar - o desprezo pelos outros.” A U.Porto, pela sua importância regional, nacional e interacional, tem como DEVER ser inclusiva e, sem ambiguidade, através da investigação de excelência nas suas diversas áreas (medicina, sociologia, economia, ...) contribuir para uma sociedade em que seja dada primazia aos ‘Outros’, sobretudo os mais desprotegidos, carenciados e vitmizados dessa mesma sociedade.

 

- Que caminho deverá ser percorrido para afirmar cada vez mais a Universidade no contexto regional, nacional e internacional? Como prevê o papel de uma Universidade do Porto daqui a 100 anos?

 

Deveremos caminhar para uma instituição cada vez mais meritocrática e solidária, onde todos os seus actores, independentemente da respectiva posição hierárquica, sejam efectiva e adequadamente avaliados e responsabilizados. A cultura do medo, as ‘capelinhas’, os ‘feudos’, que infelizmente ainda fazem parte da nossa academia devem ser combatidos frontal e eficazmente sob pena de se continuar a premiar a mediocridade, nivelando por baixo. 

Daqui a 100 anos prevejo/desejo uma U.Porto preocupada, sobretudo, com as pessoas, de excelência ao nível do ensino e investigação, formando cidadãos críticos, exigentes e etica e socialmente responsáveis.

 

- Mensagem alusiva aos 100 anos da Universidade do Porto.

 

Porque eu sou do tamanho do que vejo

E não do tamanho da minha altura...

 

(Alberto Caeiro, in "O Guardador de Rebanhos - Poema VII" - Heterónimo de Fernando Pessoa)

 

 
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
« Retroceder  |  Topo da Página  |  Imprimir
«AGOSTO 2016»
DSTQQSS
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
PRÓXIMO EVENTO
Dia da Universidade 2012 22 de Março de 2012

A tradicional Sessão Solene do Dia da Universidade será o ponto culminante das celebrações do Centenário da Universidade do Porto. Pelo Sal...

 
 
FICHA TÉCNICA   |   POLÍTICA DE PRIVACIDADE   |   TERMOS E DIREITOS
copyright 2010 U.PORTO todos os direitos reservados       PRODUCED BY 4Best 4Best

Website
Arquivado