Centenario Universidade do Porto
Myspace U.PortoFacebook U.PortoTwitter U.Porto
NEWSLETTER
 
 

Nuno Ferrand de Almeida: “É preciso desenvolver mecanismos que estimulem o mérito”

  Partilhar
O Olhar de...

- Biólogo português

- Director e investigador do CIBIO | Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto

- Professor Associado do Departamento de Biologia da Faculdade de Ciências da U.Porto (FCUP).

- Antigo estudante da FCUP, com Licenciatura (1985) e Doutoramento (1995) em Biologia

 

- Como é que teve origem e se desenvolveu a sua ligação à Universidade do Porto? Que principais momentos guarda da sua experiência enquanto estudante, investigador e professor da FCUP, bem como director do CIBIO?

 

A minha ligação à Universidade do Porto aconteceu de forma natural: há muito que queria estudar Biologia e como morava na região do Porto (Leça da Palmeira) essa opção aparecia como a mais adequada. No entanto, devo referir que hesitei por várias vezes (antes de me candidatar, enquanto estudante universitário e, mais tarde, já como assistente estagiário) na escolha de outra Universidade porque a área que me motivava – Evolução, Biodiversidade e Conservação – era, nessa altura, inexistente na Universidade do Porto.

Por essa razão, os momentos que mais guardo da minha experiência na Universidade do Porto são todos posteriores ao meu doutoramento, altura a partir da qual começo a pensar, com outros colegas, na constituição de um grupo de investigação ligado à Biologia Evolutiva. Entre eles posso destacar a ida para o Campus Agrário de Vairão, no início de 1997, onde existiam excepcionais condições de trabalho, a criação e início da leccionação de uma disciplina de Evolução na licenciatura de Biologia, mais ou menos na mesma altura, a proposta de formação do CIBIO, em Abril de 2002, a avaliação internacional do CIBIO em Março de 2008, que nos permitiu obter a classificação de Excelente e, mais recentemente, a constituição do Laboratório Associado InBio – Rede de Investigação em Biodiversidade e Biologia Evolutiva, juntamente com o Centro de Ecologia Aplicada Baeta Neves (Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa).

De uma forma geral, devo dizer que o ambiente de permanente estímulo intelectual, curiosidade e dedicação existente desde 1997 até hoje, no Campus de Vairão, bem como o contacto com os alunos nas aulas de Evolução e de disciplinas relacionadas criadas posteriormente no âmbito de novos programas de 2º e 3º ciclo, constituem para mim uma imensa satisfação quotidiana que vivo intensamente no seio da Universidade do Porto.

 

- Qual a importância da U.Porto no seu percurso profissional e que modo foi de encontro às suas expectativas?

 

A Universidade do Porto foi naturalmente importante na minha formação académica e na preparação geral que me forneceu ao longo do meu percurso de investigador e professor. Por outro lado, foi igualmente importante – e por isso me considero um privilegiado – ao proporcionar-me uma posição permanente com a idade de 22 anos quando estava ainda muito longe de ter tido sequer a oportunidade e o tempo de mostrar ser merecedor de tal posição. Como se sabe, este tipo de situações é hoje irrepetível.

Pelas razões que referi anteriormente, as minhas expectativas não eram muito altas no momento em que entrei como aluno de Biologia na Universidade do Porto: sabia exactamente o que queria investigar e ensinar, e sabia também que essa era uma área que não existia na Universidade. No fundo, sabia que teria de fazer alguma coisa para tentar concretizar um sonho que tinha desde há muito tempo.

Houve certamente nesse percurso muitos momentos de frustração, de hesitação e de desalento. Hoje, no entanto, tudo isso desapareceu e sinto-me muito bem na Universidade do Porto: apesar das dificuldades próprias de um país que não é rico e que é de alguma forma periférico em relação ao espaço europeu de investigação, sinto um apoio e um estímulo permanentes, e percebo que existe um projecto e uma visão de futuro para a Universidade.

 

- Como avalia o papel desempenhado – no passado e no presente - pela Universidade no seio da comunidade (cidade, região, país)?

 

Penso que a Universidade do Porto se tem vindo a constituir numa referência nacional em termos de qualidade de ensino e de investigação. A consistência de todos os indicadores nos últimos anos – por exemplo: artigos publicados, relevância da investigação, reconhecimento internacional – deixa perceber precisamente isso, e por esta razão esse é um caminho que deverá ser mantido e reforçado. Já a nível da região e da cidade, creio que o papel da Universidade é inquestionável e de imensa visibilidade enquanto gerador de conhecimento, de promoção da cultura científica, e de desenvolvimento.

 

- Que caminho deverá ser percorrido para afirmar cada vez mais a Universidade no contexto regional, nacional e internacional?

 

O aprofundamento da internacionalização e a acérrima promoção do mérito. A internacionalização porque a investigação e o conhecimento estão no coração daquilo a que hoje chamamos mundo globalizado. Os extraordinários níveis de bem-estar e de qualidade de vida de que hoje desfrutamos resultam precisamente da globalização da actividade científica e da difusão e aplicação do conhecimento gerado nas Universidades. Por isso, não existe outro caminho para a Universidade do Porto que não seja a sua progressiva internacionalização a todos os níveis – alunos de pré- e pós-graduação, professores, investigadores – e recorrendo a todo o tipo de mecanismos que permitam suportar tal caminho. A afirmação da Universidade nos contextos regional e nacional será simplesmente uma consequência do seu sucesso a nível internacional.

A acérrima promoção do mérito porque só assim conseguirá a Universidade do Porto fazer mais e melhor ciência, mais e melhor ensino, e dessa forma competir com as melhores instituições a nível europeu e mundial. Por diversas razões, algumas de carácter histórico, outras de carácter estrutural, julgo que estamos ainda longe de sentir que em Portugal esse é também um caminho único. Contudo, talvez não haja actividade humana que mais estreitamente esteja ligada ao mérito como a investigação e a criatividade. Por essa razão, precisamos de desenvolver mecanismos claros e eficazes que promovam e estimulem o mérito, evitando que nos acomodemos nas nossas zonas de conforto ou perante as dificuldades que surgem e que teremos certamente de enfrentar nos próximos anos.

 

- Mensagem alusiva aos 100 anos da Universidade do Porto.

 

Tenho tido o privilégio de participar numa das mais emblemáticas iniciativas da Universidade do Porto associadas ao seu centenário, como é a recuperação da Casa Andresen, no Jardim Botânico do Porto, e a realização da Exposição “A Evolução de Darwin”. Perceber ao longo de todos estes meses o impacto que esta realização tem sobre as pessoas, a cidade e todo o Norte de Portugal tem sido extraordinariamente gratificante. Acompanhar e estimular a curiosidade dos milhares de visitantes, nacionais e estrangeiros, e dos alunos de todos os níveis de ensino, faz parte daquilo que eu acho deverá ser a Universidade do Porto: uma instituição dinâmica e aberta, promotora do conhecimento, da investigação e do ensino, capaz de estimular permanentemente em cada um dos seus membros um sobressalto de inquietação e de inconformismo perante as dificuldades, e capaz de apoiar e enaltecer o mérito de todos os que procuram torná-la melhor.

 
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
« Retroceder  |  Topo da Página  |  Imprimir
«AGOSTO 2016»
DSTQQSS
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
PRÓXIMO EVENTO
Dia da Universidade 2012 22 de Março de 2012

A tradicional Sessão Solene do Dia da Universidade será o ponto culminante das celebrações do Centenário da Universidade do Porto. Pelo Sal...

 
 
FICHA TÉCNICA   |   POLÍTICA DE PRIVACIDADE   |   TERMOS E DIREITOS
copyright 2010 U.PORTO todos os direitos reservados       PRODUCED BY 4Best 4Best

Website
Arquivado