Centenario Universidade do Porto
Myspace U.PortoFacebook U.PortoTwitter U.Porto
NEWSLETTER
 
 

Alberto Eduardo Plácido (1874-1942)

  Partilhar
Juiz, 6º Reitor da U.Porto

Nascido a 4 de Outubro de 1874, o 6º Reitor da U.Porto (1931-1932) foi o primeiro não académico a chegar à liderança da instituição. Tal foi possível ao abrigo do artigo 8.º do Estatuto da Instrução Universitária de 1930, que concedia ao Ministro da Instrução Pública a liberdade de escolher o Reitor de entre os professores do Ensino Superior, mas também Juízes do Supremo Tribunal de Justiça ou da Relação, e individualidades eminentes nas ciências e nas artes.

 

Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, construiu uma carreira sólida na magistratura, tendo sido juiz de Direito e delegado do Ministério Público em várias comarcas de Norte a Sul do país. Desembargador da Relação do Porto e juiz Conselheiro do Supremo Tribunal de Justiça, foi presidente da Relação do Porto, tendo-se aposentado no exercício desse cargo, em 1941.

 

Chegado à Reitoria num período em que a presença do poder central se fazia exercer com especial força, Eduardo Plácido solicitou a sua exoneração em 1932. Em decreto de 28 de Abril de 1932, o Governo elogiava a “forma inteligente, zelo e distinta competência” com que desempenhou o cargo.

 

Imagem: Retrato a óleo de Joaquim Lopes

 
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
« Retroceder  |  Topo da Página  |  Imprimir
«AGOSTO 2016»
DSTQQSS
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
PRÓXIMO EVENTO
Dia da Universidade 2012 22 de Março de 2012

A tradicional Sessão Solene do Dia da Universidade será o ponto culminante das celebrações do Centenário da Universidade do Porto. Pelo Sal...

 
 
FICHA TÉCNICA   |   POLÍTICA DE PRIVACIDADE   |   TERMOS E DIREITOS
copyright 2010 U.PORTO todos os direitos reservados       PRODUCED BY 4Best 4Best

Website
Arquivado